25/08/2013

Nos bastidores da solidariedade

A publicação de hoje não é alguma campanha ou caso que tenha acontecido no decorrer do meu trabalho, mas é sobre o voluntariado, da importância de ser voluntário.

Há alguns dias, vi na internet a parábola do cavalo e a do porco onde a moral da história tem relação com esta publicação.


Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava um determinado espécime. Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo. Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo.
 
Um mês depois o cavalo adoeceu e ele chamou o veterinário:
 
 Bem, seu cavalo está com uma virose e precisa tomar este medicamento durante três dias. No terceiro dia eu retornarei e caso ele não esteja melhor será necessário sacrificá-lo.
 
Neste momento, o porco escutava toda a conversa. No dia seguinte deram o medicamento e foram embora. O porco aproximou-se do cavalo e lhe disse:
 
 Força, amigo! Levanta daí, senão você será sacrificado!
 
No segundo dia, deram o medicamento e foram embora. O porco aproximou-se novamente do cavalo insistindo:
 
 Vamos lá, amigão, levanta senão você vai morrer! Vamos lá, eu te ajudo a levantar... Upa! Um, dois, três...
 
No terceiro dia, deram o medicamento e o veterinário sacramentou:
 
 Infelizmente vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.
 
Quando foram embora, o porco foi ao encontro do cavalo:
 
 Cara, é agora ou nunca! Levanta logo! Coragem! Upa! Upa! Isso, devagar! Ótimo, vamos, um, dois, três... Legal, legal, agora mais depressa, vai... Fantástico! Corre, corre mais! Upa, upa, upa!!! Você venceu, Campeão!!!
 
Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:
 
 Milagre! O cavalo melhorou. Isso merece uma festa. Vamos matar o porco!

Quantas vezes isso acontece dentro de uma empresa, ou mesmo em nossas famílias, e não percebemos quem era merecedor do mérito por um sucesso alcançado?

Assim são os voluntários que participam das campanhas: são os verdadeiros merecedores de tudo o que foi feito de bom através deste blog e ficam sempre nos bastidores, muitas vezes sem aparecer.

Para conseguir aliados, criei uma aba no blog com o título "Participe!" para que amigos-leitores possam indicar lugares para serem feitas as campanhas ou participar como voluntários.



Desde a criação da aba para cadastro de lugares ou voluntários, felizmente recebi indicações de lugares e de pessoas dispostas em ajudar.

E com isso conheci muitos voluntários e tipos de voluntários: tem aqueles que se inscrevem, confirmam presença e somem. Sem contar aqueles que nos últimos segundos dos 45 minutos do segundo tempo informam que não poderão aparecer. Bom, pelo menos informam. :)

Porém, isso tudo o que acontece é mais do que comum. E ainda: serve para crescermos mais, criarmos mais. E para ser voluntário, é necessário estar com o coração aberto, gostar do que está fazendo, se sentir realizado em saber que está, de alguma forma, ajudando alguém, sem ao menos esperar que receberá algo em troca.

Portanto, para quem tiver o coração aberto para novas experiências e ajudar, alegrar quem precisa, seja voluntário!

Caso você queira ser voluntário do blog, acesse a aba "Participe!" ou "Contato" e mande seus dados!

Inclusive, já está em fase de criação e organização a campanha do dia das crianças 2013. PARTICIPE!